Atitude e persistência encerram o curso de oratória promovido pela Serpa Consultoria no Cabo de Santo Agostinho

Por: Redação CLICPOSITIVO

 

Na tarde deste sábado (10), os participantes da II turma do curso de oratória promovido pela Serpa Consultoria Empresarial, se reuniram no prédio da escola de idiomas Fisk, para encerramento das orientações que obteve duração de 12 horas, abordando técnicas de respiração, dicção, ritmo de voz, pronúncia clara e objetiva, além de linguagem para melhorar a presença diante de diversos segmentos, tanto na vida pessoal, quanto profissional.

De acordo com a administradora do curso, Inajara Serpa, o objetivo surgiu devido à forma como a oratória mudou a sua vida. “Antes eu era uma pessoa que não tinha coragem de fazer uma pergunta em sala de aula, quando eu ia levantar a mão eu suava, eu tremia, e aquilo me incomodava muito porque eu não era feliz. Então, eu fiz um curso de oratória há 22 anos, quando a palavra ainda era novidade, esse curso fez a diferença na minha vida profissional, pessoal, acadêmica, e chega um momento da vida que você quer partilhar da experiência com outras pessoas. Eu tenho vivência de 10 anos em sala de aula, sempre ensinei para outras pessoas, e chegou a hora de ensinar para mim porque eu consigo ensinar e fazer parte do projeto social que é matricular pessoas com cortesia, oferecer as pessoas não só a arte de falar bem, mas um pouco de alto ajuda, de coração, eles percebem que são capazes, eles são verdadeiramente acolhidos e eu acho que quando você faz um projeto que você ama, que é o teu objetivo de vida”, ressaltou.

Na primeira etapa, os alunos aprenderam as técnicas de como vencer a timidez, o medo, como superar os obstáculos, como lidar com imprevistos, interferências na plateia e como interferir. Na segunda aula, o uso do microfone, entonação, dicção, gesticulação, como se portar diante do público e os diferentes tipos de público foram alguns temas abordados. Na etapa final, foram sorteados temas gerais, na qual os alunos tiveram a possibilidade de redigir um subtema e abordar da forma que se sentissem melhor, fazendo assim, atingir o objetivo principal, a superação. Na ocasião, os discentes foram submetidos a uma apresentação individual, acerca de temas como problemas sociais, preconceito, sociedade, educação, influência da mídia, religião, violência e tecnologia.

Para Gracielly Gomes, o curso serviu como incentivo para encarar o público. “O Serpa tem acrescentado muito em nossa vida porque além do amadurecimento, há um fortalecimento da nossa fala, com os trava línguas, o desenvolvimento da coragem que muitas vezes dar medo, receio de chegar à frente de alguém e ser criticada, então o curso deu um empoderamento para a gente poder fazer algo que não é tão difícil, é simples, só que o medo nos trava”.

Durante a entrevista, Gracielly contou que a maior dificuldade foi lidar com temas e dominá-los para falar em público e revelou: “Esse curso vai me ajudar muito porque é o contato com as pessoas, a comunicação, tudo envolve a comunicação e para ter a comunicação com as pessoas, é preciso ter uma oratória porque você aprende a lidar com as pessoas, a chamar o público para você, a controlar a ansiedade e as emoções”.

Segundo Inajara, a oratória muda completamente à autoconfiança das pessoas. “O que eu percebo, não só no curso de oratória, é que o grande problema não é que as pessoas não sabem falar, é que elas não acreditam que podem falar. Então, a timidez, o medo, é o reflexo de uma insegurança, de uma baixa autoestima porque a gente não aprendeu lá trás, na infância, que a gente tem valor, que a gente tem poder, que nós somos filhos de Deus, amados e que temos potencialidades. E quando a gente trabalha bastante isso, eles saem daqui com outro pensamento, acreditando que eles podem. E tem aquela coisa “quem expõe, se expõe”, e o grande medo de falar em público é se expor. “O que o outro pensa de mim?” E depois desse curso eles saem com a certeza de que não importa o que os outros pensam, importa quem você é, e essa é a nossa grande diferença”.

Questionada a respeito da sensação em poder finalizar mais um curso, ela emocionada conta: “Realização plena, é um sentimento de que eu não trabalho, eu vivo um momento de felicidade com esses alunos porque são sementes que são plantadas, não só de técnicas como, sobretudo, de valores. O Serpa consultoria desenvolve pessoas enquanto realiza grandes sonhos que eu carrego, que é esse, fazer a diferença para a sociedade”.

Os interessados em se inscrever nas próximas turmas, podem entrar em contato através do instagram @serpaconsultoria, na qual será enviado uma ficha de inscrição, juntamente com o programa do curso. Após esse processo, é identificado à escolha do local, Recife ou Cabo de Santo Agostinho. As turmas são permanentes, uma por mês, nos valores de R$300 para a região metropolitana e R$200 para o município do Cabo, com parcelamento em até 3x e desconto de 10% sobre o valor à vista, com material incluso, certificado de conclusão, coffee break e estacionamento privativo (exceto na unidade Cabo).

 

Serpa Consultoria – É uma empresa virtual, nascida em agosto deste ano e ainda não possui espaço próprio. As aulas das turmas do Cabo de Santo Agostinho são realizadas na sede do Fisk (escola de idiomas), e em Recife no prédio da Sinduscon. A projeção é de que até 2019, já esteja com o próprio espaço, provavelmente na cidade do Recife.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *